sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Personagens de Mortal Kombat como você nunca viu!


O ilustrador Vicent Proce, resolveu aperfeiçoar os personagens de Mortal Kombat ao seu modo. Ele fez somente 4 (até agora), Scorpion, Kano, Sonya e Rayden. Na minha opinião, e correndo o risco de ser morto por fãs da franquia, achei as obras do Proce, muito melhores que os originais.
Já sabem, basta clicar pra aumentar:





Finish Him! Ou melhor... Reset!

Update: Por algum motivo as imagens não estão aumentando só clicando nelas, nem eu as linkando para a versão maior, então aqui ficam os links separados delas em tamanho "xigante", como diria o Sr.K:

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

The Sims: Horror Movie

Antes do post em si, queria explicar uma coisa. Quando o Megaboga começou, ele tinha "categorias" de post, das quais hoje só restam o Just Push Play e a Sexta Flash. O Groundwalker, fazia o Anima Ação todas as quintas-feiras, ele anda meio afastado do blog por causa do trabalho, mas logo voltará. Enquanto isso vou preservara tradição, postando vídeos (não só de animação) toda a quinta. Vou dar preferência ao relacionados com games, como esse de hoje:

Já imaginou, que desde que você nasceu, parece que algo lhe controla? Você faz coisas que não quer fazer, tenta ir num lugar mas algo o impede... Uma força sinistra, algo mais forte que todos... Uma espécie de Deus, conhecido como "jogador de The Sims". Essa é a idéia desse "trailer" que o College Humor fez:




Vi no Nerd Maldito

De agora em diante, faça seus Sims felizes, eles podem ser reais em algum universo paralelo. RESET!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Só podia ser no Japão...

Na terra do sol nascente, onde há tenros anos havia uma horda de samurais e ninjas sanguinários, hoje otakus habitam e dominam. E um desses seres orientais chamado "Sal9000", resolveu casar-se com o amor de sua vida, Nene Anegasaki. O que isso tem a ver com um blog de games? Nene é renderizada por um Nintendo DS e pertence ao jogo Love Plus. Que tem o objetivo de simular encontros e afins. O casamento dos dois foi realizado no ultimo domingo, durante o evento "MAKE" (realizado anualmente pelo Instituto de Tecnologia de Tóquio. Uma espécie de Campus Party das terras nipônicas). Entre os convidados, amigos do casal. Sim, eram outros otakus extreme com suas parceiras virtuais do mesmo game...
Aqui fica um vídeo desse momento tão especial do casal:





Ok, apesar da história impressionante e hilária, o casamento não é "oficial". Sal9000, fez isso apenas para demonstrar sua devoção aos games e homenagear a subcultura otaku (que no Japão, não são tão bem vistos como aqui, acreditem).



Agradeço à indicação dessa notícia a minha amiga Candy, que também se dispôs a traduzir as partes que precisei. Obrigado, Márcia ;*

PS¹: Esse texto não tem intenção de ofender à nenhum "otaku", só os que forem fanboys o suficiente para se sentirem ofendidos.
PS²: Jana te amo, minha otame s2

Ahm... Reset!


domingo, 22 de novembro de 2009

Testando Postagem Programada






Ohhhh, deu certo!





quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Megaboga News

Sony finalmente no mercado de consoles do Brasil!
Isso mesmo! A Sony começou a vender oficialmente o console PS2 e jogos paar PS2 e PS3 no Brasil. Está começando um briga entre Sony e Microsoft aqui no país, que só vimos na época de ouro Snes vs. Megadrive. É, temos que comemorar, mercado de consoles no Brasil de volta à ativa. Se eu assistir à um comercial de Killzone 3 ou do Project Natal, na TV aberta vou ter um ataque de nostalgia.

No More Heroes no PS3 e 360
O game de provável maior sucesso do Wii, irá também para as plataformas da Sony e Microsoft. Dessa vez em HD e sem censura à palavrões e mulheres de biquinis mínimos! Porém sem Wii-mote o game pere um pouco da graça, mas ainda assim é uma boa.

Call OF Duty 4: Mordern Warfire 2 já é o game mais jogado do Steam
Em simples 2 semanas o game já bateu os "campeões" de jogatina no Steam, Counter Strike e Left 4 Dead 2 foram passados pra trás pelo novo game de guerra da Activision. Cerca de 25 mil players jogam o game diariamente, tendo mais de 86 mil partidas jogadas por dia!


Por motivos obscuros minha internet começou a cair, portanto vou terminar a News por aqui! Até mais e RESET!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Mac vs. PC

Comparação do visual e "organização" que um iMac tem em relação ao PC da Dell completo, por exemplo:


















Mas com alguns dias de uso, sua webcam tem um simples defeito e tem que ser levada à assistência:


















Durmam com esse barulho fanboys da Apple... RESET!

Isso não faz de mim um assassino

Já faz alguns dias eu estava olhando o Jornal Hoje e vi uma reportagem sobre o game Bully. Já banido do Brasil pela justiça do meu queridos estado Rio Grande do Sul, o game levantou polêmica e foi culpado por ser causador e incentivador da pratica de bulling (pentelhar outros alunos) nas escolas brasileiras. Pois bem, todos sabemos que isso não é culpa dos games, há muitos alunos pentelhos e metidos à valentões que JAMAIS sequer jogaram um game.
Tudo bem, não digo que o jogo seja apelativo e violento. Já joguei e sim é. O problema é dizer que ele é culpado pelas coisas que acontecem no fraquíssimo sistema educacional brazuca (não pelos professores, mas sim pela merreca que eles ganham e o descaso dos governantes). O game pode influenciar crianças e até adolescentes? Sim pode, na mesma magnitude que um filme ou livro.

Lembram de um caso de um jovem que abriu fogo num cinema em São Paulo? Segundo a defesa do rapaz, o game Duke Nuken 3D influenciou ele à fazer aquilo. E acreditem ou não a justiça engoliu isso. Mas vamos aos fatos: o rapaz (não achei o nome dele em lugar algum), tinha relatos de agressividade. Ele ouvia "vozes" vindas de vários lugares, incluindo a caixa de força do seu condomínio, a qual chegou à espancar com as mãos pra calar as vozes. O cara é um maluco, que arrumou uma Uzi sabe se lá como e querem que eu engula que ele matou pessoas num cinema, graças à um jogo? Vale lembrar que foi divulgado que ele havia dado um tiro no próprio reflexo no espelho do banheiro, tal qual Duke. Num cinema? Pessoas em silêncio, dá-se um tiro e ninguém ouve? Ok...

Outra história interessante é de um advogado americano, Jack Thompson. Conhecido na internet como "O Anti-gamers". Ele luta incessantemente para banir GTA da face da Terra. Ah sim, sem contar seus processos contra Manhunt e o próprio Bully já citado. Há pouco mais de dois anos ele tomou um OWNED do próprio cliente. Durante o julgamento, Jack culpou o game GTA: San Andreas por influenciar o réu à assassinar dois policiais. Caso o júri engulisse essa, o assassino poderia se safar, cumprindo apenas alguns dias num sanatorio. Pois eis que o cliente de Jack (de apenas 16 anos) se levanta e acusa o próprio advogado de calúnia e diz que não está apto para praticar sua defesa, pois ele era sim um fã da série GTA, mas já praticava crimes antes mesmo de conhecer o jogo. "Não creio que matei aqueles dois policiais por causa de um jogo, nem que se nunca houvesse jogado teria poupado a vida deles".
O mais bizarro é que Jack é um advogado público, ou seja: trabalha de graça para seus clientes. A única causa que ganhou até hoje, foi ao processar à Rockstar em nome de uma mãe de adolescente que foi vítima de Bulling. Detalhe: o jogo Bully ainda estava sendo produzido na época, ninguém havia jogado.

Ok, sem mais delongas quero finalizar isso. EU jogo desde meus 6 anos de idade, Atari, Snes, PS1, N64, GBA, PS2, PC e vários outros consoles. Já joguei jogos violentíssimos, tais qual Manhunt, Postal, Carmaggdon... E aqui estou, nunca matei ninguém, muito menos atropelei com um carro envenenado ou explodi viaturas da polícia com rocket-launchers...

Pessoas lutam insandecidamente contra games, sem conhecê-los. Há games muito violentos sim, mas quem já não chorou com uma cena mais emocionante de um game? Ou se pegou parado olhando as belezas de um cenário bem feito? Games já fazem parte da nossa cultura. E como disse um amigo meu "se o cinema é a sétima arte, o video-game é a oitava".



Ao contrário da opinião pública, isso não faz de mim um assassino


clique na imagem para ampliar

Bom... talvez o Wii-mote. Ele é perigoso!






Bom, esse foi meu "desabafo". Amanhã volto com as notícias da semana (que eu queria publicar hoje, mas enfim). RESET!

Update: eu vi a imagem em vários sites, então vou citar o Byte Que Eu Gosto e O Velho como fontes.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Sexta Flash + Links!

Opa sim! It's Friday, I'm in love! E também é dia de jogar, pois hoje tem Sexta Flash e mais uns links interessantes que agora sempre acompanharão os joguinhos! Let's ready to rumbleeee!

Bot Racing: É um joguinho bem simples, inclusive carrega instantaneamente. Escolha um robô e vença a corrida, mas nãom acaba aí, você pode fazer upgrades com a grana que ganha. Depois de umas 5 corridas você fica até lembrando dos velhos tempos de Rock N' Roll Racing. Recomendadíssimo!

Ghost's and Globin's: Esse é um clássico, lançado para Comodore64 (um hibrido de console e computador), não há muito o que falar, o jogo é bem basico, ande e mate tudo que aparecer. E sim crianças, nós nos divertiamos com isso. Sim também, para nós eram gráficos realistas, ok?

Demolition City 2: Bem divertido, coloque as bombas no lugar certo e imploda a estrutura sem causar danos aos edificios vizinhos. Ao passar de fases você ganha upgrades nos explosivos. Diversão garantida!

Zombie Exploder: Um game em flash bem inovador. Seus movimentos são feitos pelo balançar do mouse. Corra usando "A" e "D", para dar soco puxe o mouse para trás e depois empurre para frente, quanto mais pegar "impulso", mais forte será a pancada.AAlém dessa jogabilidade diferente, dá pra desafiar os amigos e ver quem consegue descer mais andares matando zumbis. Não vou me aprofundar na história porque é bem simples, vale muito a pena jogar.


Link's (e não é o elfo de Zelda):

Controlar games por pensamento? Parece que com o Emotiv vai ser possível!

Os 10 músicos com dentes mais feios! Espero que nunca apareçam em HD no Rock Band!

Pacman na vida real! E controlado por wireless!

PirataCast 13: O azar é seu!



Sexta-feira 13 medonha, era isso por hoje! RESET!

Update¹ isso é um Comodore64 crianças:




terça-feira, 10 de novembro de 2009

Just Push Play!

Fazia tempo que o JPP não aparecia, mas voltou e em grande estilo. Dessa vez com a trilha sonora de um jogo nada conhecido: Stubbs The Zombie! Esse excelente e único game, foi lançado em 2005 para Xbox e PC pela Aspyr Media e desenvolvido nos estúdios da Wideload Games. Nomes desconhecidos? Sim, são empresas bem "underground" no mundo dos games, porém com muito potencial.
Stubbs The Zombie: A Rebel Without a Pulse (nome completo do jogo) é uma sátira ao filmes e jogos de terror, com todos os seus clichês repetitivos. Ele foi surpreendente, ganhou notas altíssimas de críticos, porém foi um fracasso em vendas, fazendo as empresas envolvidas infelizmente a desistir de futuros projetos.
O game lhe põe na pele, ou melhor na carne e pele mortas de Stubbs, um simpático zumbi que despertou do seu túmulo em Punchbowl City para ir atrás de sua amada, Maggie Monday, ainda viva. Porém no caminho, irá se confrontar com pessoas tentando acabar com sua vi... morte, o jeito vai ser agir como um bom zumbi e gritar "brains!".
O jogo se passa em 1950, mas tem um visual retro-futurista, com carros rabos-de-peixe voando e robôs no papel de empregados, frentistas e operarios. Sabe aqueles desenhos que foram feito por artistas nas décadas de 50 e 60, retratando exageradamente os anos 2000? Pois é, esse é o mundo de Stubbs. A história é realmente fantástica, com piadas realmente hilariantes, claro em inglês (porém há um patch de tradução para português de Portugal rolando na net). Sério, se tiverem a oportunidade, comprem, baixem, enfim: joguem esse excelente game.
Mas estamos aqui pra falar de música. E esse é o ponto mais alto de Stubbs The Zombie. Enquanto você come cérebros e transforma pobres civis em zumbis, a trilha sonora enche seus ouvidos e logo você se pega cantando trechos de Mr. Sandman e Lollipop. A grande jogada da produtora foi pegar hits da década de 50 e colocar nas mãos de bandas como The Flaming Lips e Cake, que fizeram um excelente trabalho. Dando mais uma vez o clima retro-futurista e casando perfeitamente também a parte lírica com as cenas de besteirol. Sem mais delongas, aumente seu volume e Just Push Play:

Oranger - Mr. Sandman




Ben Kweller - Lollipop




The Walkman - There Goes My Baby (versão original 50')





Dead Cab For Cutie - Earth Angel





Cake - Strangers in The Night




E nessa clima de anos dourados e ataque zumbi, termina nosso JPP! Ativem o protocolo Bluehand e RESET!

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

A incrível arte de Matt Dixon

Se você curte jogos da série Warcraft, Diablo, Starcraft, Age of Conan, com certeza já viu uma das obras de Matt Dixon. Aqui vai uma pequena galeria das obras do cara, cliquem aqui para ver mais ilustrações (vale a pena).